25 YEARS OF BOOM IN 2022

“Rocks in my path? I keep them all. With them I shall build a castle”. This sentence, from a Brazilian blog, captures how we feel: challenges birth teachings which can in turn, birth beautiful things in the future. Due to the pandemic we are, once again, unable to celebrate together in the summer of 2021; but the community is reuniting for something unique, the 25th anniversary, a quarter century of existence of Boom Festival in 2022. It will be taking place under the auspices of the New Moon, the symbol of new beginnings, between 22 and 29 July 2022. All tickets purchased for 2020/21 are valid for 2022.

In our last newsletter, from 12 February 2021, we shared our efforts in trying to make Boom happen this summer. The most recent updates are that:

  • Numerous licenses are required for the festival to take place. Hence, we continue to be represented in workgroups alongside the Ministry of Culture, the Directorate-General of Health (DGS), among other official entities. Since December 2020 proposals have been made for the production of pilot-events, with policies and sanitary regulations that would allow the comeback of cultural activities in Portugal. However, the government response so far has been evasive, no official decision answers the actual question of whether or not it is possible for festivals to take place in the summer of 2021. And if so, under which conditions?
  • On 11 March the Portuguese Prime-Minister announced the plan to loosen the lockdown. Amidst measures to lift restrictions, he stated that from 5 May “large scale outdoor and indoor events are allowed, with reduced capacity”. He added that, in order to take place, these events must comply with the regulations imposed by the Directorate-General of Health (DGS). To the day we write you these words (23/24 March 2021), the aforementioned regulations remain a mystery. This announcement wasn’t followed by the required instructions from the DGS. Since 12 March, Boom Festival has contacted the DGS in writing four times and we have yet to receive a single reply.

The pandemic is wreaking havoc with a different beat around the world. Festivals and other events are taking place where they can. Meanwhile, an avalanche of tests, rapid, slow, nasal, anal, vaccinations, Russian, German, American, Oxfordian, prevention tactics, clinical trials and speculation as well as suppression vs expression of civil unrest is turning Covid-19 into a dynamo of social asymmetry on a global scale. A festival uniting people from 175 countries and territories such as Boom, carries an immense responsibility for the collective wellbeing of its entire community, and considering each Boomer’s condition and origin is essential for our decision making process.

A festival is its community - our concern for the public guides our choices. That’s how we laid out the non-negotiable prerequisites for Boom to happen in 2021, which we shared in the 12 February newsletter. Our present status is the following:

  • Prerequisite 1: Physical distancing and masks must not be mandatory during the festival;
  • Present Status: To this date there are no official guidelines to regulate the production of summer festivals in Portugal. It is known that masks are mandatory until at least 5 July 2021, and this rule is subject to extension;
  • Prerequisite 2: It must be possible for the entire global community to attend;
  • Present Status: Several flight restrictions are in place and the conditions to travel to Portugal from Europe and other continents, remain very much undefined. To expect that this situation will significantly improve by July 2021 simply isn’t realistic.
  • Prerequisite 3: There must be clear protocols, issued by the Portuguese Ministry of Health, on how festivals can operate;
  • Present Status: As explained above, no such protocols have been issued. We can’t keep waiting indefinitely for them to be finally issued, whilst keeping the whole Boom community in a state of limbo. We refuse to extend the agony of uncertainty for Boomers alongside a policy clusterfuck curated by Portuguese health authorities dealing with the festivals.
  • Prerequisite 4: There must be a clear procedure regarding vaccinating or testing, in such a way that allows freedom of choice.
  • Present Status: Because there are no official protocols as of yet, we do not know what guidelines will be ultimately applied to festivals.
  • Prerequisite 5: It must be possible for us to start building at Boomland from 1 April.
  • Present Status: Travel difficulties and lack of guidelines on how to deal with potential health risks on Boomland render unrealistic the possibility of starting the build on that date. That means that the standards of art, architecture, design, the gardens and other areas, would be significantly compromised. We would never present the community with a caricature or a “redux version” of Boom Festival.

Friendship, unity, freedom, nature, the party, personal and collective discovery, is not compatible with a list of rules and unknowns such as the ones brought by the pandemic in 2020 and 2021. We will not contribute to a collective experience that may put your health at risk, or limit your freedoms. We believe the current situation is only temporary, there are multiple signs of culture and festivals slowly reemerging around the globe.

This double rescheduling is also a massive challenge for our organisation. Not being able to make Boom happen puts the survival of the festival at risk. We have a resident team managing the Boomland and its several ongoing eco-regeneration projects, there are hundreds of culture professionals on our staff and the resources needed to actually put together the festival are considerable. We don’t remain unharmed by Covid-19. These are extremely complex times and all your support and understanding is deeply appreciated.

All 2020 tickets will still be valid for 2022. A comprehensive FAQ follows to guide you through practical issues regarding tickets and what to do in the pandemic.

The last 12 months have been nothing short of intense. The struggles to create the conditions necessary to make the festival happen, obtaining information from decision-makers and establishing the prerequisites to welcome the community back to Boomland, safely and freely, has been sharpening our ninja jedi skills. We are all facing a unique, and pretty unprecedented moment in history. The 25 years of Boom Festival on the New Moon of July 2022 is building up to be quite the moment to herald a new era, a new cycle!

Our patience, kindness and resilience is being tested. If there was ever a time to be united it’s now. We can almost feel the vibrations of the dancefloor. We’ll be dancing together at Boomland again soon.

Thank you from the bottom of our hearts for your unconditional support.

Cultivate Freedom & Love,
Boom Team

Frequently Asked Questions (FAQ)

To When Is Boom Festival Being Rescheduled To, Due To Covid-19?
  • Boom Festival 2020 and 2021 is rescheduled to 22 - 29 July 2022 (New Moon). The date marks the 25th anniversary, a quarter century of Boom on Planet Earth!
Why Is It Happening On The New Moon Of July Instead Of The Full Moon Of August 2022?
  • Boom follows the lunar cycles. In 2022 the New Moon of July 2022 gathers Sun and Moon in Leo. It symbolises new beginnings, the renovation of the ways in which we express ourselves and celebrate the Other. This unique moment celebrates 25 years of Boom on Earth, at the same time as it buries 2 years of an unparalleled pandemic and 4 years of festival nostalgia due to 2 consecutive reschedulings. Let’s embrace this new cycle, together!
I Have A Ticket To Boom 2020/2021. Can I Attend The 2022 Edition?
  • Yes. 2020/2021 ticket holders can access the 2022 edition.
  • Services acquired for 2020/2021 (ex: Boom Bus, Tipis, Cardboard Village), Kids Tickets and Guest Country Tickets are also valid for 2022. With no additional costs.
I Have A Ticket To Boom 2020. Will You Be Reissuing Tickets With The New 2022 Dates?
  • No. The .pdf document you have with your Boom 2020 ticket is valid for Boom 2022. Tickets are processed via barcode. That is what secures your access to the festival.
I Want To Go To Boom. Are There Still Tickets?
  • Boom Festival is sold out. However, some people might not be able to come to the 2022 edition. We found a compromise which helps both Boomers who wish to sell their ticket, and those who are still looking to get one.
  • Boomers who are unable to attend the festival may place their tickets for resale on the third-party platform TicketSwap from 3 May 2021. There you’ll have the opportunity to try your luck at experiencing something magnificent, the 25th anniversary of Boom Festival in 2022.
  • Explore this link to know more about TicketSwap.
I Cannot Go To Boom In 2022. What Can I Do With My Ticket?
  • The Boom Festival ticket sales economic model does not entail any sort of sponsorship. We’re profoundly sensitive to the condition of Boomers, and we have found a solution to help Boomers who wish to resell or purchase tickets.
  • A third-party platform (TicketSwap) on which you can place your ticket(s) to be purchased by another Boomer, is available from 3 May 2021.
  • Explore this link to know more about TicketSwap.
WHAT CAN I DO TO HELP IN THIS CRISIS?
  • If you can’t come to Boom in 2022, consider placing your ticket and acquired services to be resold on TicketSwap, instead of asking for a refund. We’re a 100% independent festival, which means that ticket and/or services refunds puts the festival at existential risk. When the resale process happens on the TicketSwap platform, the funds for Boom 2022 remain secured to be invested in the festival production, to create a magical experience for the whole Boom community.
  • Keep a critical mind. Look for varied and credible sources of information to form your own opinions. The world needs conscious citizens to create societies that’ll bring values of solidarity, democracy, justice and respect of the environment when we start living in the post-Covid-19 world.
  • Make a donation to our organisation:
  • By not asking for a ticket refund - in case you cannot attend Boom in 2022. Not making Boom happen this year puts us in a critical situation that places our survival at risk. We’ve got 30 people on a monthly payroll, there’s daily costs associated with Boomland’s environment regeneration projects, there’s also hundreds of culture professionals in our wider team, plus the need of keeping funds to actually produce the festival. We have not remained unharmed by Covid-19 and we’re living in very complex times. All support is welcome.
  • By donating to Boomland a sum to help us pay the remaining amount of the loan we took to purchase it. Follow the instructions on this link if you wish to do so. In 2016 we managed to acquire this magical land but we’re still falling short on payment. Failing to make Boom happen creates lack of cash flow. We are deeply grateful for any contribution you may provide to help us follow our purpose of human transformation and ecosystem regeneration.
  • Help the cultural and creative sectors thrive by supporting independent artists, organisations and associations. Be on the lookout for anyone around you who may need assistance - a family member, a neighbour, a friend, and even a stranger.
  • Don’t contribute to the waste avalanche caused by the pandemic. Disposable plastic is making a strong comeback due to fear of Covid-19. Masks invade the streets and pollute the oceans. Act responsibly.
  • Be kind to yourself. Stay healthy. Remain vigilant around authorities but also YouTube-specialists: This pandemic has brought to light excessive oppression, invasion of basic freedoms, incompetence on the part of leaderships in dealing with the unknown. But it also highlighted the importance of health, scientific knowledge, ancestral wisdom, of looking at the Earth as an interdependent system; and it made evident the dangers of outlandish theories and visions.

We remain present through [email protected] in case you’ve got any doubt or if you wish to share your impressions with us.

I NEED A REFUND: WHAT CAN I DO?
  • The Boom Festival economic model does not entail any sort of sponsorship. We’re profoundly sensitive to the condition of Boomers and we’ve found a solution to help Boomers who wish to resell or purchase tickets.
  • The fastest and most simple way to obtain a refund is via TicketSwap, which we launched on 3 May 2021.
  • This platform is external to Boom and operates on a peer-to-peer, decentralised model - meaning that it gives the opportunity to another Boomer to experience a once-in-a-lifetime moment: the celebration of Boom Festival’s 25th birthday in 2022. Go here to know more about TicketSwap.
  • Boom Festival exists thanks to your support via ticket purchase. If you cannot come to Boom in the summer of 2022, TicketSwap is the fastest, simplest solution and the one which carries the least negative consequences for the development of the festival. Resale through TicketSwap allows us, Boom Team, to safeguard these funds to produce the 25th anniversary edition of Boom in 2022.
  • Direct ticket refunds are made on the basis of Decree-Law no. 26-A / 2021 of 5 April 2021. This proceeds to the fifth amendment to Decree -Law no. 10 -I / 2020, of 26 March, as amended by Laws 7/2020, of April 10, and 19/2020, of May 29, and by Decrees - Laws No. 78 -A / 2020, of September 29, and 6 -E / 2021, of January 15th, which establishes exceptional and temporary measures to respond to the pandemic of the disease COVID -19 in the cultural and artistic scope in Portugal, especially regarding the shows that didn’t take place.
  • According to Decree-Law, in Article 5c:
    1. The rescheduling of shows, festivals and shows of a similar nature initially scheduled for the year 2020 and occurring only in 2022, obliges the refund of the ticket price to the respective holder, under the terms of the following paragraphs.
    2. The ticket holder is entitled to request the return of the respective price within 14 working days from the date scheduled for the event in the year 2021.
    3. The holder of a voucher issued with an expiration date until December 31, 2021 is entitled to request a refund of its value within 14 working days after the expiration of the respective voucher.
    4. In the absence of a refund request, within the deadlines referred to in paragraphs 2 and 3, it is considered that the holder of the ticket or voucher accepts the rescheduling of the show, festival or show of a similar nature without the right to a refund of the respective value, applying the provisions of article 4 and in paragraphs 4 to 11 of article 5-A, with the necessary adaptations, namely:

      a) The vouchers are valid until December 31, 2022;
      b) Rescheduled shows must take place by December 31, 2022.
  • Thus, this form of reimbursement can be requested from the 22nd of July 2021 until the 10th of August 2021.
  • Follow this link to request a refund.
  • After this period, and if there is no refund request, the ticket holder accepts the rescheduling of the festival but can continue using the Ticketswap platform.
IS THERE GOING TO BE A VIRTUAL BOOM? WHAT CONTENTS HAVE YOU BEEN CREATING DURING THE PANDEMIC?

Since 18 March 2020 we’ve produced, or co-produced, the following content:

And there’s more to come! Stay tuned with our newsletter and other channels as we keep you updated on all Boom Festival news.

25 ANOS DE BOOM EM 2022

“Pedras no caminho? Guardo todas. Um dia vou construir um castelo”. Esta frase de um blogue brasileiro materializa o que sentimos: dos desafios nascem aprendizagens que podem dar origem a algo belo no futuro. Devido à pandemia não celebramos, mais uma vez, juntos no Verão de 2021; mas a comunidade une-se para algo único: a festa magna dos 25 anos, um quarto de século de Boom Festival na Terra em 2022. É sob os auspícios da Lua Nova, símbolo de recomeços, entre os dias 22 e 29 de Julho de 2022. Todos os bilhetes adquiridos para 2020/21 estão seguros para 2022.

Na nossa última newsletter de 12 de Fevereiro de 2021 partilhámos os esforços para realizar o Boom no Verão. Eis o que se passou desde então:

  • Para fazermos o festival dependemos de vários licenciamentos. Assim, continuámos a ser representados em grupos de trabalho com o Ministério da Cultura, a DGS, entre outras entidades oficiais.
    Desde Dezembro de 2020 que são feitas propostas para eventos-piloto, decretos de lei ou normas sanitárias que permitam o regresso da actividade cultural. A resposta tem sido evasiva, nenhuma decisão oficial responde à pergunta concreta se é ou não possível realizar festivais em Portugal no Verão de 2021? Se sim, de que forma?
  • No dia 11 de Março o Primeiro-Ministro português anunciou as normas para o desconfinamento. Entre medidas de progressivo levantamento de restrições, estabeleceu que “voltam a ser permitidos os grandes eventos exteriores e eventos interiores com diminuição de lotação” a partir de 5 de Maio. Acrescentou que obedecem às normas da DGS para a sua realização. Os regulamentos até ao dia que vos escrevemos esta newsletter (23 e 24 de Março 2021) são inexistentes. Este anúncio não foi seguido das respostas que seriam necessárias por parte da DGS, concretamente o Boom Festival enviou 4 comunicações (via email) para esta entidade desde o dia 12 de Março. Não obtivemos qualquer resposta.

A pandemia tem diversas intensidades pelo mundo. Começam a existir espectáculos e festivais nalgumas latitudes. Os níveis de testagem, vacinação, informação, prevenção, teorização assim como opressão vs manifestação cívica fazem do Covid-19 um despoletador de assimetria social à escala global. Num festival com pessoas de 175 países e territórios como o Boom a sensibilidade à condição e origem de cada Boomer, e sobretudo a sensibilidade aos Boomers enquanto colectivo, é essencial para tomarmos decisões.

O festival é a sua comunidade - a preocupação com o público guia as nossas escolhas. Foi assim que estabelecemos requisitos para o Boom se realizar em 2021, partilhando-os na newsletter de 12 de Fevereiro. Este é o ponto de situação actual:

  • Requisito 1: Não ser obrigatório distanciamento físico nem máscaras durante o festival;
  • Ponto de situação actual: Até ao momento não existem normas para a realização de festivais em Portugal. Sabe-se que máscaras são obrigatórias até pelo menos 5 de Julho 2021, podendo ser estendida a sua obrigatoriedade;
  • Requisito 2: Ser possível toda a comunidade mundial estar presente;
  • Ponto de situação actual: Existem várias restrições de voos e indefinição sobre as condições de entrada em Portugal, na Europa e entre países. Não é realista considerar que a situação melhore a 100% até Julho de 2021;
  • Requisito 3: Existirem protocolos claros da organização de saúde em Portugal sobre como lidar com festivais;
  • Ponto de situação actual: Tal como explicitado em cima, não existem quaisquer protocolos. Não podemos aguardar indefinidamente sobre a chegada desses regulamentos, mantendo na indecisão toda a comunidade. Recusamos que os Boomers sofram o impacto nas suas vidas de uma planificação deficiente por parte das autoridades de saúde portuguesas;
  • Requisito 4: Estar estabelecido um procedimento que relacione o processo de vacinação com o da testagem de forma a esta ser uma escolha individual. No entanto, a apresentação/realização de 1 teste negativo neste ano em concreto seria uma garantia;
  • Ponto de situação actual: Não existindo protocolos em vigor, não sabemos quais as directivas para festivais;
  • Requisito 5: Começar a construir estruturas novas no dia 1 de Abril na Boomland com a equipa internacional. O arranque da produção nesta data seria condição efectiva para existir festival na data agendada.
  • Ponto de situação actual: As dificuldades de viagens e falta de clareza como lidar com potenciais situações de saúde na Boomland tornam irrealista começarmos a construção em pleno nesta data. O nível de arte, arquitectura, design, jardins, entre outras áreas seria afectado. Isso é impensável. Nunca iríamos apresentar à comunidade uma caricatura, uma “versão redux” do Boom Festival devido à pandemia.

A amizade, a união, a liberdade, a natureza, a festa, a descoberta interior e colectiva não podem ser vividas com uma lista de regras e indefinições que a pandemia nos traz em 2020 e 2021. Nunca vos colocaremos numa situação de saúde precária ou de liberdade limitada. Acreditamos que este contexto será provisório, há sinais em vários países de regresso da cultura e dos festivais.

O duplo reagendamento é, em simultâneo, um grande desafio para a nossa organização. Estarmos privados de fazer o Boom gera uma fase muito crítica para a nossa sobrevivência. Temos uma equipa permanente, a Boomland tem actividades de regeneração ambiental diárias, centenas de profissionais da cultura que fazem parte da equipa e há a necessidade de ter recursos para o festival. Não somos incólumes ao Covid-19. Vivemos períodos complexos. O vosso apoio e compreensão são fundamentais para o presente.

Todos os bilhetes de 2020 estão garantidos para 2022. Para vos esclarecermos acerca de vários temas práticos sobre bilhetes, podem consultar em baixo uma lista em formato P&R.

Os últimos 12 meses têm sido intensos. Entre batalhar por criar condições para a realização do festival, obter informações junto de quem decide ou estabelecer os requisitos para a comunidade vir à Boomland de forma segura, sã e livre, enfrentamos um momento único na vida de todos no Planeta. Os 25 anos do Boom Festival na Lua Nova de Julho de 2022 são o momento certo para saudar novas fases, um regenerado começo!

A nossa paciência, generosidade e resiliência estão à prova. Se há um momento para nos unirmos - é agora. Parece que já sentimos, paulatinas, acercando-se de nós, envolvendo-nos, as vibrações da pista de dança... Em breve dançamos juntos na Boomland.

Muito obrigado pelo vosso apoio incondicional.

Cultivate Freedom & Love,
Boom Team

Perguntas & Respostas

Devido ao Covid-19 o Boom Festival vai ser reagendado para quando?
  • O Boom Festival 2020 e 2021 vai ser reagendado para 22 - 29 de Julho 2022 (Lua Nova). Este é o nosso objectivo, a data marca os 25 anos, um quarto de século do Boom no Planeta Terra!
Qual a razão de ser na Lua Nova de Julho e não na Lua Cheia de Agosto de 2022?
  • O Boom segue os ciclos lunares. Em 2022 adoptamos a Lua Nova de Julho de 2022, que junta Sol e Lua em Leão. Simboliza recomeços, novas eras, a renovação da forma como nos expressamos e celebramos o Outro. Esta fase inédita celebra, em simultâneo, 25 anos de Boom na Terra, enterra 2 anos de uma pandemia sem precedentes, 4 anos sem festival devido a 2 reagendamentos consecutivos. Que abracemos novos ciclos, juntos!
Eu tenho bilhete para o Boom 2020/2021. Tenho direito a ingressar na edição de 2022?
  • Sim. Os detentores de bilhetes de 2020/2021 têm direito a ingressar na edição de 2022.
  • Os serviços adquiridos para 2020/2021 (ex: Boom Bus, Tipis, Cardboard Village), bilhetes Kids e Guest Country transitam também para o Boom 2022. Sem custos adicionais.
Tenho um bilhete para o Boom 2020. Devo aguardar que me enviem um bilhete novo com as datas de 2022?
  • Não. O documento .pdf que tens do bilhete para o Boom 2020 também é válido para o Boom 2022. Os bilhetes são processados via código de barras dos bilhetes. Esse garante a tua entrada.
Eu quero ir ao Boom Festival, ainda existem bilhetes?
  • O Boom Festival está esgotado. Contudo, algum público poderá não vir à edição de 2022. Encontrámos uma solução de compromisso que ajude os Boomers que pretendam comprar e vender bilhetes.
  • Quem está impossibilitado de presenciar o festival, pode vender os seus bilhetes na plataforma TicketSwap a partir do dia 3 de Maio de 2021. Se estiveres à procura de bilhete poderás tentar a tua sorte para uma experiência magnífica dos 25 anos do Boom em 2022.
  • Aos seguires este link sabes mais sobre o TicketSwap.
Eu não posso ir ao Boom em 2022. O que posso fazer com o meu bilhete?
  • O Boom Festival não tem patrocínios assentando o seu modelo económico na venda de bilhetes. Somos profundamente sensíveis à condição dos Boomers. Encontrámos uma solução de compromisso que ajude os Boomers que pretendam comprar e vender bilhetes.
  • Existe uma plataforma externa ao Boom Festival, onde podem colocar bilhetes à venda para serem comprados por outro Boomer. A data de lançamento do TicketSwap é o dia 3 de Maio de 2021.
  • Segue este link para mais informações sobre esta plataforma de venda e compra de bilhetes externa ao Boom Festival.
O que posso fazer para ajudar nesta crise?
  • Se não puderes vir ao Boom em 2022, considera colocar o teu bilhete e serviços adquiridos para revenda no TicketSwap em detrimento de pedires um reembolso. Somos um festival 100% independente, o total reembolso de bilhetes e/ou serviços coloca o festival em risco. Quando o processo de revenda acontece na plataforma TicketSwap, as verbas do Boom 2022 permanecem salvaguardadas para serem gastas na produção do festival que visa criar uma experiência mágica para a comunidade Boom.
  • Mantém o espírito crítico. Informa-te junto de fontes variadas para criares opinião. O mundo precisa de cidadãos e cidadãs conscientes para criarmos sociedades que tragam valores solidários, democráticos, ambientais e justos no pós-pandemia Covid-19.
  • Faz uma doação à nossa organização:
  • Não pedindo reembolso do teu bilhete - caso não queiras/possas vir. Não fazer o Boom gera uma situação muito crítica para a nossa sobrevivência. Temos 30 pessoas contratadas a tempo inteiro, custos mensais com a Boomland, nomeadamente com os seus projectos de regeneração ambiental, centenas de profissionais da cultura que fazem parte da equipa e a necessidade de ter recursos para o festival. Não somos incólumes ao Covid-19 e vivemos períodos complexos, todo o apoio é bem-vindo.
  • Doando à Boomland uma verba que nos ajude a pagar o remanescente do empréstimo que contraímos. Tens as indicações neste link. Em 2016 conseguimos adquirir esta terra mágica mas ainda nos falta pagar uma parte. A não realização do Boom cria falta de liquidez. Agradecemos o vosso apoio e contribuição para seguirmos o propósito de transformação do ser humano e regeneração da Terra.
  • Ajuda o sector cultural e criativo apoiando artistas, organizações, técnicos e associações independentes. Fica atento a quem precisa de auxílio - um familiar, um vizinho, um amigo, e até mesmo um desconhecido.
  • Não contribuas para a avalanche de lixo da pandemia. O plástico descartável teve um regresso em força com o medo do Covid-19. Máscaras invadem as ruas e poluem os oceanos. Adopta comportamentos responsáveis.
  • Sê gentil contigo próprio(a), mantém-te saudável, questiona as autoridades e os pseudo-especialistas: Esta pandemia clarificou excessos de opressão, invasão de liberdade, incompetência em lidar com o desconhecido de muitas lideranças. Mas também a importância dos hábitos de saúde, do conhecimento científico, de saberes ancestrais, da visão interdependente da Terra e da perigosidade do crescimento de teorias e visões sem sustentação factual.

Continuamos presentes através de in[email protected] caso tenhas alguma dúvida ou se quiseres partilhar as tuas impressões connosco.

Eu preciso do reembolso do meu bilhete: o que posso fazer?
  • O Boom Festival não tem patrocínios assentando o seu modelo económico na venda de bilhetes. Somos profundamente sensíveis à condição dos Boomers. Encontrámos uma solução de compromisso que ajude os Boomers que pretendam comprar e vender bilhetes.
  • A forma mais rápida e simples de obter um reembolso é o TicketSwap que foi lançado no dia 3 de Maio de 2021.
  • Esta plataforma é externa ao Boom e funciona num sistema descentralizado “peer-to-peer”, ou seja, dá a possibilidade de outro Boomer poder aceder a uma experiência singular na sua vida quando adquire um bilhete de outro Boomer.
  • Encontra aqui toda a informação sobre o TicketSwap.
  • O Boom Festival existe devido ao vosso apoio através dos bilhetes. São essas receitas que suportam a organização. No caso de não poderem vir ao Boom no Verão de 2022, o TicketSwap é a opção mais rápida e a que menos consequências negativas gera no desenvolvimento do festival. A revenda de bilhetes no TicketSwap permite-nos, Boom Team, salvaguardar essas verbas para a realização da edição dos 25 anos em 2022.
  • Os reembolsos directos do bilhete são feitos tendo como base o Decreto-Lei n.º 26-A/2021 de 5 de Abril de 2021. Este procede à quinta alteração ao Decreto -Lei n.º 10 -I/2020, de 26 de Março, alterado pelas Leis n.os 7/2020, de 10 de Abril, e 19/2020, de 29 de Maio, e pelos Decretos -Leis n.os 78 -A/2020, de 29 de Setembro, e 6 -E/2021, de 15 de Janeiro, que estabelece medidas excepcionais e temporárias de resposta à pandemia da doença COVID -19 no âmbito cultural e artístico, em especial quanto aos espectáculos não realizados. Segundo este, no Artigo 5.º -C:
    1. O reagendamento de espectáculos, festivais e espectáculos de natureza análoga inicialmente agendados para o ano de 2020 e que ocorram apenas em 2022, dá lugar à restituição do preço do bilhete de ingresso ao respectivo portador, nos termos do disposto nos números seguintes.
    2. O portador do bilhete tem direito a solicitar a devolução do respectivo preço no prazo de 14 dias úteis a contar da data prevista para a realização do evento no ano de 2021.
    3. O portador de um vale emitido com data de validade até 31 de Dezembro de 2021 tem direito a solicitar o reembolso do seu valor no prazo de 14 dias úteis após o término de validade do respectivo vale.
    4. Na falta de pedido de reembolso, nos prazos referidos nos n.os 2 e 3, considera-se que o portador do bilhete ou do vale aceita o reagendamento do espectáculo, festival ou espectáculo de natureza análoga sem direito ao reembolso do respectivo valor, aplicando -se com as necessárias adaptações o disposto no artigo 4.º e nos n.os 4 a 11 do artigo 5.º -A, nomeadamente:

      a) Os vales são válidos até 31 de dezembro de 2022;
      b) Os espectáculos reagendados devem ocorrer até 31 de dezembro de 2022.
  • Assim, esta forma de reembolso pode ser pedida a partir do dia 22 de Julho de 2021 até ao dia 10 de Agosto de 2021.
  • Segue este link para pedires o teu reembolso.
  • Findo esse prazo, e não existindo pedido de reembolso, o detentor do ingresso aceita o reagendamento do festival mas poderás continuar a usar a plataforma TicketSwap que é lançada a 3 de Maio de 2021.
Vai acontecer um Boom virtual? Ou outro evento? O que andam a produzir nesta pandemia?

Desde 18 de Março de 2020 já produzimos, ou co-produzimos, os seguintes conteúdos:

Não vamos ficar por aqui! Fica atento(a) à nossa newsletter e outros canais para te manteres a par de todas as novidades.